Captar

Nunca percas o foco. Segue a tua própria estrada. Não pares de conduzir. A tua vida é uma viagem.

Pesquisador

Achas que já viste tudo?

Achas que já viste tudo?

Nem pensar. A beleza está em toda a parte, só que as pessoas não a veem. É precisamente por este motivo que viajo para locais dos quais a maioria das pessoas nunca ouviu falar. Com os meus olhos, vejo milhões de coisas que, de outro modo, ficariam escondidas. Como é evidente, não é fácil chegar a estes lugares. O que é uma boa coisa, caso contrário, não seriam especiais. Mas eu não tenho apenas um olho para cada imagem e uma lente para cada motivo, mas também uma moto para todos os terrenos.

+ Ler mais

Lente

A lua é um dos poucos sítios aos quais não posso chegar.

A lua é um dos poucos sítios aos quais não posso chegar.

Mas isto aqui é igualmente calmo e quase tão deserto. Desligo a minha moto, tiro a minha câmara e escolho a minha lente. Com um toque do meu dedo, o momento é eternizado. Clique. Quando é que a última pessoa esteve aqui? Não interessa, porque eu cheguei até aqui e agora toda a humanidade também pode vir até cá. Sem a viagem de várias horas em terreno acidentado.

As minhas fotografias já foram tiradas. Já não há nada que me prenda aqui. Devo continuar, devo continuar. Porque atrás deste pedregulho, na sombra daquele monte ou no outro lado do rio, a próxima maravilha espera por ser descoberta e registada por mim. A minha câmara desaparece na minha mala como a âncora de um navio. Com o rodar do meu pulso, estou novamente em movimento.

+ Ler mais

Libertação

O deserto parece ser tão amplo que podia conduzir e tirar fotografias durante anos a fio.

O deserto parece ser tão amplo que podia conduzir e tirar fotografias durante anos a fio.

E se não tivesse de comer, beber ou dormir, era isso que faria. Não sou nada como estes pedregulhos - posso ter uma casa, mas nunca fico no mesmo lugar muito tempo. Para poder mostrar aos outros as minhas perspetivas, tenho de ser como o vento que passa por estas pedras: aqui, acolá, em todo o lado e em lado nenhum ao mesmo tempo. Não é só o meu trabalho, é a minha vida. Ponho o capacete e continuo a minha viagem infindável: até um novo lugar, uma novo fotografia, um novo dia.

+ Ler mais
Mais histórias que poderão interessar-te.
Motociclos aptos.