* As ilustrações podem incluir equipamento opcional (EO) e equipamento extra (Extra) com um preço adicional. Preço de venda recomendado pelo fabricante, incl. 23% de IVA, excl. custos de expedição e embalagem. Reservado o direito a alterações e erros.

A BMW M 1000 RR 50 Years M

Incomparável na competição: com o ADN único dos modelos M

24 de maio de 1972, a BMW Motorsport GmbH, atualmente, BMW M GmbH inicia a sua atividade. O seu objetivo era bem claro e também revolucionário para a época: todas as atividades de competição da BMW seriam profissionalizadas e agrupadas numa única entidade. A competição motorizada, com os seus diversos desafios, iria impulsionar a construção de veículos e motores. A característica distintiva é o icónico emblema BMW Motorsport composto pelas cores azul, vermelho e violeta. 

«

A M RR 50 Years M: quase 100 anos do espírito de competição no motociclismo e 50 anos da história de competição motorizada fundidos numa moto exclusiva. 

 »

Astrid Neudecker,

Gestora de Produto

Há 50 anos que a BMW M representa o desejo de potência e a paixão, tecnologia e sucesso em competição, bem como perfeição e máximas prestações tanto nos automóveis como nas motos, em todo o mundo. Este ADN histórico é condensado na M RR 50 Years M. Com os seus extraordinários genes, foi concebida para quem exige apenas o máximo em termos de prestações, exclusividade e singularidade. 

+ Ler mais

A M à primeira vista

Born on the Racetrack

O Equipamento de série da M RR 50 Years M inclui o Pacote M Competition, que inclui componentes maquinados e em fibra de carbono M, corrente Endurance M, braço oscilante de alumínio anodizado, Pacote Passageiro e o código de ativação para o gatilho de volta GPS M.

Amarelo “Sao Paulo”

A M RR 50 Years M, com o emblema BMW 50 Years M e a sua pintura exclusiva, não passa despercebida. Segue a linhagem da melhor tradição M: os modelos M sempre foram exclusivos e extraordinários.

Mais do que um símbolo

Mais do que um símbolo

O azul para a BMW, vermelho para a Motorsport e o azul-escuro que resulta da fusão das duas cores: esta imagem uniforme já era inovadora em 1972. Em 1978, foram adicionadas ao logótipo três faixas coloridas inclinadas na direção da letra M, reforçando o conceito de velocidade e dinamismo. O logótipo foi criado por Giorgio Giugiaro, da Italdesign. E ainda hoje, preserva o seu encanto. 

+ Ler mais

ADN em cada pormenor

ADN em cada pormenor

A M RR 50 Years M também foi desenvolvida para entregar todo o seu potencial quando entra em circuito: com o Kit de tampas M, o descanso de competição Sport, incluindo a montagem dos apoios e o tapete para moto, a M RR está pronta para qualquer circuito e para novas vitórias.

+ Ler mais
«

Uma empresa é como uma pessoa. Se fizer exercício e se mantiver em forma, estará mais motivada e terá um melhor desempenho.

 »

Robert A. Lutz

Membro do Conselho de Administração da BMW AG, em 1972, Vendas

Ícones da história da M Motorsport

À esquerda, uma imagem histórica do BMW 3.0 CSL, à direita, a BMW R 90 S de Helmut Dähne.

A ideia do desempenho ganha vida

Em 1973, o BMW 3.0 CSL compete pela primeira vez com as cores do logótipo M, no Campeonato Europeu de Carros de Turismo. As cores que caracterizam a presença de toda a equipa e reforçam um espírito de equipa inigualável. A sigla CSL significa “Coupé Sport Leichtbau” (construção ligeira de coupé desportivo). E não é por acaso: o peso do veículo foi reduzido em quase 200 kg, através de um meticuloso trabalho no veículo. 

Em 1976, Helmut Dähne e Hans Otto Butenuth registam o tempo mais rápido na Ilha de Man, no lendário Senior Tourist Trophy, na categoria de motos de série com cilindrada até 1000 cc. Também dedicaram muito trabalho na preparação da moto: a R 90 S foi otimizada para competição com recurso também a uma nova carenagem impressionante. Nos últimos anos, os nossos modelos RR e M RR continuaram a deixar a sua marca nas provas TT.

À esquerda, uma imagem histórica do BMW M1, à direita, a lendária máquina do Rali Paris-Dakar.

Entusiasmo fascinante

Em 1978, o automóvel superdesportivo BMW M1 participou na série M1 Procar. Pela primeira vez, para além das faixas, o logótipo M também foi adicionado a um veículo.  Manteve-se a consistência, já que o impressionante design da carroçaria do M1, que ainda hoje mantém o seu fascínio, também da autoria de Giorgio Guigiaro. Na época, a versão de estrada fez furor não só pela sua estética, mas também por ser o “automóvel desportivo mais rápido da Alemanha”. 

Em 1985, as cores M voltaram a ocupar os lugares mais altos do pódio: o belga Gaston Rahier venceu o Rali Paris Dakar pela segunda vez, aos comandos da sua GS 1000 de fábrica. Anteriormente, em 1981 e 1983, Hubert Auriol já tinha sido bem-sucedido com a sua BMW. Mesmo nas regiões mais desertas do planeta, as cores azul, vermelho e violeta transformaram-se em sinónimo de prestações, espírito de equipa e vitórias na competição motorizada. 

A letra mais potente do mundo

A letra M simboliza mundialmente o sucesso em competição motorizada e destina-se a pilotos especialmente exigentes em termos de prestações, exclusividade e singularidade. Vem conhecer melhor a M RR e a família M aqui.

Mais sobre a BMW M

Sente o espírito M na pele

spinner